7 dicas: Como parar de se comparar com os outros – e aproveitar a sua vida.

Eu vivia no conflito: minhas regras x regras de todos e confesso que quando estava deixando a vida me levar, fui dessas que me comparei e dava desculpas para tudo, me perdi. Só fui me encontrar quando resolvi que precisava descobrir quem eu era de fato:  uma garota sonhadora que acreditava que poderia começar seu próprio negócio, inventar coisas que mudariam o mundo, (ainda acredito – tudo é possível.) tornou-se amigável olhar para minha vida, sendo eu mesma.

01foto

Estava cansada… O pensamento (e atitude) de falhar estava super presente e eu não estava mais tentando ser a melhor versão de mim mesma. Então, decidi aprender a amar minha vida novamente. Ainda não sou nem um sucesso, mas arranjei algumas maneiras para acabar com as comparações e curtir minha vida agora.

1. Esteja ciente. Fique presente. 

O simples ato de estar presente, perceber sua ações faz maravilhas para sua psique. Você se torna mais consciente e percebe o que é quem é você e como fala contigo mesmo.
Tome nota de quantas vezes você desvia e se compara com os outros, isso é uma batalha perdida, e continuará a se deleitar em sua alma se você permitir.

”As vezes, a comparação acontece porque as pessoas perdem de vista quem são e o que querem da vida. ”

2. Aprenda a se amar novamente.

Não tem receita mágica, mas o principal ponto aqui é se enxergar, se conhecer, saber onde o calo aperta e onde a felicidade flui, o que faz você se sentir plena, etc.
Elas não confiam no caminho em que estão e pulam de navio. No entanto, ter uma relação saudável com você deterá todos esses pensamentos negativos. Quando você aprende a se amar novamente, você começa a perceber sua auto-estima e tudo o que você tem para oferecer.

3. Lembre-se: você sempre tem uma escolha.

Quando você olha para as realizações de alguém, pode facilmente se sentir derrotado. Mas lembre-se: essa pessoa fez muitas escolhas e trilhou um longo caminho para chegar onde está. Não deixe que seus pensamentos ou comparações paralisem de criar a vida que você deseja. Você tem muito a oferecer ao mundo.

”A última coisa que você quer fazer é silenciar suas esperanças e sonhos. Quando você se sentir para baixo, concentre-se em sua situação, nas metas e empurre-se para continuar a avançar.”

4. Reavaliação de seus objetivos.

Existe uma coisa boa que resulta de se comparar com outras pessoas: você pode ganhar uma nova perspectiva do quer para sua vida, o que serve e o que não serve mais. Além de desejar uma mudança, o legal é reavaliar seus objetivos e quem é você nesse mundo. Porque sim, você pode querer coisas novas, completamente diferente de antes. Imagine como alcançar eles e coloque em ação. Quanto mais você persiste, mais perto está de realizar.

5. Comemore a sua singularidade.

Se amar não é um ato único, é algo que você deve praticar todos os dias.

”Não tenha medo de abraçar suas peculiaridades ou diferenças. Você deve encontrar a sua voz e compartilhar seus dons e talentos com os outros. Só porque alguém faz algo, uma maneira não significa que seu jeito seja errado. Todo mundo tem seu próprio caminho e a última coisa que você quer fazer é ficar à sombra de outro.”

6. Esteja bem com a imperfeição.

Não existimos para agradar senso estético de ninguém. Está tudo certo ser imperfeito. Não tenha medo de tentar e falhar … e depois falhar novamente. Este processo irá ajudá-la a crescer e permitir que você se sinta confortável caso as coisas mudem o rumo.

”Até Beyoncé teve que aprender a se retirar – e se ela pode fazê-lo, você também pode.”

7. Aprenda a celebrar os outros.

Quando você aprende a celebrar as realizações dos outros, você realmente será mais feliz com sua própria vida. Isso é porque você deseja coisas boas e é essa energia que coloca em movimento.

Diga-me, você já sentiu como se estivesse sempre se comparando com outras pessoas? Quais foram as maneiras que você parou e aprendeu a amar sua vida?

12 coisas que eu gostaria de ter feito antes dos 30 – e por que está tudo bem que não fiz.

Estou a exatamente 1 mês e dez dias de virar a chave e entrar para o grupo dos 30, me deparei com uma lista enorme de coisas que eu gostaria de ter feito e outra maior ainda maior que o mundo gostaria que eu tivesse realizado (principalmente meu pai e minha mãe.) mas está tudo bem -* pelo menos estou trabalhando demasiadamente nisso.

Muitas vezes colocamos um plano em ação e se não alcançamos nossos objetivos à velocidade da luz, nos repreendemos, desanimamos e desistimos – nessa ordem.
Por mais que as pessoas nos digam que precisamos aproveitar o processo, para aproveitarmos a jornada e aceitar de uma vez por todas que coisas boas levam tempo, é quase inevitável um momento de desespero (por isso é importante auto-conhecimento – para lidarmos com obstáculos da melhor forma). Ocasionalmente, definir uma intenção aleatória é mais poderoso que realizar um objetivo da lista.

Aqui estão 12 coisas que eu gostaria de ter feito antes, que talvez ainda de tempo, mas que está perfeitamente bem caso não cumpra nessas últimas semanas.

fotografia 03 120

1- Aprendi a costurar um botão.

Ou reformar uma roupa qualquer. Acho super legal a ideia de moda consciente, mas para mim a prática fica inviável e ainda mais ridículo assumir ter três décadas de vida sem saber como consertar um maldito botão. Esse está sendo um ano -lento- de mudanças, então esse item passa para minha próxima lista. Espero que esse seja o ano que eu aprenda a fazer milagre com agulhas e meu guarda-roupa.

2- Eliminei todas as dívidas.

Verdadeiramente aborrecida. Gostaria de ser mais consciente e gastar meu tempo e energia para administrar melhor meu dinheiro e evitar dividas de cartão de crédito, etc.  Eu também queria ter três meses de um fundo de emergência. No entanto, não aconteceu, então, ao invés de lamentar estou tentando ser proativa na melhor das minhas habilidades – não gastar mais do que preciso, fazer mais orçamentos e aprendendo muito sobre planejamento financeiro.

3- Viajei para a Grécia. . .

. . . Ou a Islândia, ou a Paris, ou Nova Iorque, ou Asia, ou em qualquer lugar no exterior com mais frequência. A pouco tempo aconteceu um deslize nas minhas veias, o que significa que criei uma vontade imensa de conhecer o mundo – pra ontem. Talvez não tenha planejado a fundo visitar tantos países diferentes daqui, mas já agradeço por onde passei. E para frente, posso garantir que verei todas as maiores maravilhas do mundo.

4- Comprei/aluguei um lugar meu.

Desde os 18 anos, isso está no papel. Por algum tempo resolvi me aventurar em casas alheias, mas dei aquele temido passo para trás, agora estou de volta… Na casa da minha mãe. Gostaria que meu caminho longe daqui fosse mais longe. Ter seu próprio lugar, onde você pode fazer o que quiser, quando quiser, é um tipo especial de liberdade. O outro lado? Estou aprendendo muitas lições úteis sobre mim e coabitar com outras pessoas com um olhar diferente, no fim pode resultar em experiências valiosas.

5- Tirei uma longa pausa de namoro.

É muito fácil se render aquele velho hábito de estar com alguém ou constantemente a procura de um parceiro. Definitivamente experimentei longas pausas entre namoros, mas eles sempre foram combinamos com uma mágoa que não cabia dentro de mim. Eu gostaria de ter me dado a chance de experimentar esses intervalos da vida sem namorar alguém e sem estar triste por isso. Dito isso, estou tendo minha chance novamente agora e bom, a considerar pelas minhas experiencias antigas, talvez esse seja um item que riscarei da minha lista. Estou aberta a isso, esses anos todos me ensinaram como discernir o que preciso em um relacionamento, agora me sinto mais consciente e plena.

6- Disse adeus às relações tóxicas.

Porque devo dedicar tanta energia a relacionamentos que eu sei que são ruins para mim? Seja um amigo, um amante, uma pessoa da família ou alguém de convívio próximo, quanto mais essas pessoas deixam de fazer parte do meu dia, mais paz eu sinto. Tudo bem que existem situações que não da pra virar as costas e ir embora, o que eu quero dizer com me afastar é simplesmente ficar na minha, não dividir a vida, as conquistas, as alegrias, as tristezas, as pessoas podem estar ao seu lado mas não precisa ser intimas, essa é uma das lições de vida que nem sempre você consegue, mas mesmo assim se você conseguir, é assim que você ganha sabedoria.

O poeta Mary Oliver coloca assim: “Alguém que amei uma vez me deu uma caixa cheia de escuridão. Demorou anos para entender que isso também era um presente”.

7- Li todos os clássicos.

Volta e meia procuro no Google lista de “livros clássicos todos devem ler”, filmes, documentários, é garantido, verifico apenas 25% deles. A coisa é que essa dedicação toda leva  tempo e, eu gostaria de poder dizer que conheço todos, mas não, isso significa que tenho uma longa lista de grandes coisas para verificar. Ou posso continuar somente com resumo do google. hahaha

8- Corri uma maratona…

…Nem meia-maratona. Voltei com meu habito pela caminhada a poucos meses e confesso tem algumas semanas que dei férias as minhas pernas. Por algum tempo me senti determinada e empolgada para esse desafio, mas chegada a hora, recusava educadamente. A verdade seja dita, a ideia de me sentir intimidada por aquele monte de gente super preparada me apavora. Mas talvez eu faça, algum dia, porque nada supera a sensação de realização ao final de fazer algo que você não tinha certeza de que poderia fazer

9-Aprendi uma segunda língua.

Que a verdade seja sita, oportunidade não me faltou. Se a anos atrás eu ouvisse meus pais com mais critica e amor no coração, hoje seria fluente em inglês, mas resolvi ser revoltada e virar de costas pro mundo. Ta ai uma das coisas que me arrependi de não levar a diante. Óbvio que os dois esperavam esse momento para soltar a frase clássica de eu te avisei. Eu sei que vocês me avisaram, mas desviei dessa meta com todo meu esforço, simplesmente porque estava com preguiça de estudar. Muito trabalho. Mas em um mundo global sempre em mudança, estou ciente que essas habilidades linguísticas seriam um grande diferencial, certamente posso dar um jeito nisso. Além disso, eu realmente quero poder pedir um cappucino em um café bonito na minha próxima viajem.

10- Fiz mais amizades duradouras.

Se tenho cinco pessoas na minha vida que vieram comigo desde cedo, são muitas. Neste momento, tenho amigos, vários deles. E isso é bom. Ao construir e nutrir amizades, conseguimos aprender diferentes estilos de vida, experiências, valores e principalmente a achar bonita essa diferença e amar as pessoas principalmente por isso. Algo que não acontece quando a gente afasta no primeiro desencontro de opiniões. Que coisa mais bonita, gente que gosta da gente na nossa vida. Acredito que agora faça um esforço a mais para manter essas pessoas ao meu lado, algo que não acontecia.

11- Questionadas sobre a história da minha família.

Penso que eu deveria perguntar aos meus pais todas essas perguntas sobre suas vidas, e ainda acho que continuo descartando. Ou então eu vou ao médico, e quando ele ou ela pergunta sobre condições familiares, percebo que não sei de nada, nem quem teve tais doenças. Eu me arrependo de não ter paciência para ter essas conversas, sobre saúde ou tradição ou histórias loucas ou qualquer coisa, de verdade. Em outras palavras, hora de marcar alguns jantares.

12- Um fim de semana anual das meninas.

Antes de eu viajar, eu, minhas irmãs e minha mãe fomos a um café, pensei que deveria repetir aquilo sempre. O que me fez pensar muito todas as mulheres incríveis e criativas da minha vida que eu só vejo algumas vezes por ano, se isso. Minhas amigas, amigos e eu sempre falamos sobre como se reunir anualmente para se reconectar, mas a vida fica no caminho e isso não acontece. Avançando, estou muito mais ciente do valor dessas relações, e do fato de que elas precisam nutrir – e não apenas existir as redes sociais.

E você, o que você gostaria de ter feito antes de completar trinta? Ou, o que está em sua lista a tempo antes de completar trinta?

4 truques da mente para melhorar sua vida

Sem título1

Em uma era de informações praticamente dadas a nós, não é dificil ver estudos, pesquisas circulando por ai, para provar que nossa mente é poderosa para caramba. Um exemplo é:  Ciência da Imprudência e da Atenção Plena contou com Ellen Langer uma professora de Harvard, cujo trabalho sugere que a maneira como pensamos sobre as coisas pode afetar nossa saúde, competência e felicidade. Não vou estragar tudo, porque vale a pena definitivamente o tempo investido, mas esses estudos me fazem acreditar cada vez mais sobre o quão nossas mentes são magnificas e algumas maneiras super populares (que super coloco em prática) para colocar esse poder todo em prática e impactar grandemente sua vida.

Mantras.

Aposto que esse conceito já familiar – uma palavra ou frase que você repita todos os dias. Já experimentou? Pode ser aquelas citações inspiradoras que a gente encontra e por ai, mas se você quiser, pode ir mais além e trabalhar uma área em sua vida que você esteja passando por uma tensão, sofrimento ou tristeza. É um ótimo começo para aplicar um mantra.
Seu mantra pode estar relacionado com qualquer aspecto da sua vida que você precise evoluir, tipo autoconfiança (”eu sou suficiente- eu me basto”),  prosperidade (”Abundância entra na minha vida de maneira surpreendente e milagrosa”) a felicidade (Sou a felicidade, tenho a felicidade, o universo é meu cúmplice, tudo conspira a meu favor”)
Mantra é basicamente uma oração, por isso é importante que sejam afirmações positivas, evitando o uso das palavras não, nunca e outras negativas, indicando algo que você não quer.

Sonhar acordado.

Meu preferido, simples e divertido. Basta dar um tempo, relaxar e deixar os pensamentos e idéias não estruturadas darem o ar de sua graça. A ideia é deixar a sua mente ir, sem prende-la. Observar se divertir (transformar o que for preciso). Isso é se você quer seguir uma fantasia em sua cabeça ou imaginar sua vida ideal, apenas se entregue.

Gratidão + Positividade.

Acho que esse tópico é o que mais precisa de esforço da minha parte. Mas já mais que comprovado o efeito que a positividade tem sobre a nossa vida, muitas vezes é mas fácil dizer do que fazer.
É moleza desviar desse caminho, por isso sempre importante estar presente e observar nossos pensamentos. Ao invés de se concentrar no que não quer que aconteça, pode mudar o foco para algo que queira muito, lembrar sempre de olhar para o que você já tem (ainda que seja só o fato de estar vivo).

”A gratidão é uma grande ferramenta mental.”

Questionando seus pensamentos,

Temos que aprender a diferenciar o acontecimento do significado que damos a ele. Por exemplo, se você receber uma mensagem de um amigo dizendo ”oi”, tentar acreditar que ele esta chateado e que você fez algo muito terrível irrita-lo. Quando na verdade, você não pode saber se é verdade essa dissociação da ideia que ele esta chateado. Apenas seja leve, se as pessoas querem jogar, deixe-as sozinha. Na vida a gente precisa ser leve e se for preciso direto.

”Não são nossos pensamentos, mas nosso apego aos nossos pensamentos, que causa sofrimento. Anexar a um pensamento significa acreditar que é verdade, sem perguntar. A crença é um pensamento que temos sido anexando, muitas vezes por anos. “

Pratiquem e sejam felizes pessoal.

A importância de não desistir (e sonhar).

”O tempo passa de qualquer jeito”, quando ouvi essa frase que a coisa toda começou a fazer sentido.
A verdade é que a gente faz a nossa vida, o poder é seu (e não de a outra pessoa). Claro que não da pra negar as dificuldades, os desafios que a vida coloca no nosso caminho, mas a gente precisa ter claro na mente é que o mundo não odeia ninguém e essas dificuldades não acontecem porque você não merece, você é merecedor de qualquer coisa que queira, mas precisa sentir e acreditar nisso e trabalhar para isso.

sem-titulo

foto 

A vida vai passar, os anos vão passar e isso você não vai conseguir parar, você tem duas opções ou você faz e persiste ou você cruza os braços e espera. Mas a persistência pode te levar a caminhos mágicos e toda falha pode ser aprendizado. Tudo depende do jeito que você encara a vida. Não desista dos sonhos, dos projetos, de você.
A três dias de 2017, estabeleça suas metas, seus sonhos, seus objetivos e faça, coloque no automático e faz acontecer. Tenha paciência, que as coisas chegam e os resultados aparecem. Se dedique, ame. O ano de 2017 vai passar de qualquer jeito, como todos os anos que já passaram. Esse pode ser um ano de muito aprendizado, luta, mudança ou um ano que você esperou acontecer e simplesmente culpar o mundo (mas o mundo não tem culpa da sua vida) Se teu coração tá em paz, o caminho é certo ou seja: acabou a luz, o vizinho reclamou, o carro falhou, não é deus avisando que esse caminho tá errado, são só coisas da vida para você superar com naturalidade e foco no objetivo.
Que 2017 seja um ano de muitas realizações a nós. Beijinhos.

7 coisas que estou amando

Domingo é dia de compartilhar, não é mesmo? Bom, podemos oficializar o dia para espalhar coisas boas que o mundo tá precisando. Essas dicas não são exatamente novas, mas ainda assim é digno compartilhar, por isso, nada disso de ficar guardando coisa boa.

lovelyindeed

foto

1- 7 plantas para sua casa.  Eu que estou morando agora em um lugar mega quente, sinto tanta falta daquele friozinho gostoso que refresca a alma, me deparei com essa matéria, que é antiga, mas de utilidade publica. Se você sofre de calor que nem eu, use e abuse das plantas, além de deixar sua casa linda e cheia de vida.

2- Energia é algo que contagia, quem está perto de pessoas iluminadas se sentem maravilhadas, como alguém é capaz de brilhar tanto? Encontrei essa matéria que resume o que tem uma pessoa com energia boa. Achei maravilhosa e de quebra, ajuda a gente a ficar mais consciente para brilhar junto, afinal, o universo foi feito para todo ser feliz.

3- Esse site aqui é uma diversão e tanto. Se você quer saber quanto tempo já perdeu na vida vendo série, ele calcula para você.

4- Melodia Moreno é uma daquelas pessoas que não tem como não se encantar, com uma vibe super alto astral, contagiante. Não tem como

5- A perfeição é o que a gente quer que seja, e independe das nossas características, a busca pelo amor próprio e a felicidade é algo presente na vida de todo mundo. Esse vídeo é emocionante para você perceber que você já é maravilhosa do jeito que é.

6- Ando buscando me conhecer mais, me amar mais, compartilhar mais. Eu amo a Joana do UASZ, então quando vi esse texto achei que precisava dizer que está na minha lista do amor.

7- Nada mais especial que nós mulheres nos inspirarmos em histórias e mulheres fortes para trilhar nosso caminho. Por isso toda troca de experiencias é maravilhosa. Essa seleção de documentários na netflix tem que circular o mundo.

E você tem coisa boa para compartilhar comigo? Conta aqui.