FED UP

 

Fed Up é um documentário lançado em 2014 e tem na netflix. Mas confesso que até então não tinha dado bola – ou ouvido falar e me interessado falar e acho que muita gente também.

”Fed up aborda a questão do consumo exagerado do açucar e a consequente empidemia da obesidade mundial.”

Esse documentário desmascara vários mitos da alimentação e não culpa somente a gula e o sedentarismo pelos altos índices de obesidade, principalmente na infância. A culpa é também do governo que não se atenta a isso como deveria e a industria alimentícia se aproveita. A ideia das empresas nesse ramo – segundo o documentário – é atrair as pessoas cada vez mais cedo para que possam se tornar eternos ”clientes fieis”.
Eu confesso que relutei muito para ver esse documentário, mas achei bem esclarecedor… E nós como consumidores de alimentos processados, deveríamos consumir esse documentário (e outros desse tipo) para mudarmos e melhorarmos nosso relacionamento com os alimentos e óbvio as consequências disso.

O fato é que vivemos no automático e a gente não para para consumir informações importantes, como essa. Achei bem tranquilo de ver, mesmo que a gente relute (principalmente por nós que temos um paladar mega infantil), é um documentário que esclarece muitas coisas… Espero mesmo, que quem não tenha assistido, não resista, e se alguém já assistiu, mudou a vida de vocês? Bom, eu vou ver como vai mudar a minha e volto a falar sobre isso… 

 

Anúncios

2 filmes (romance) para assistir.

Domingo passado foi uma mini maratona de filmes, mas já aviso: finais surpreendentes. O fato é que que isso não impede os filmes de serem lindos e inspiradores, ainda que a história seja clichê, vale super a pena… Ambos são baseados em livros!

SUÍTE FRANCESA 

É um drama romântico que se passa na época da segunda guerra mundial, durante o primeiro ano da ocupação alemã na frança,  baseado no romance homónimo de Irène Némirovsky. O filme se trata de um romance entre uma francesa e um soldado alemão. Parece bobinho, mas toda produção  vale a pena (amo filmes mais antigos, eles tem uma beleza unica.)

O MELHOR DE MIM

Um casal se apaixona na adolescência e apesar de viverem realidades muito diferentes, vivem aquele romance que você quer um igual, mas são separados pelo destino e se reencontram 20 anos depois, o que traz à tona todos os sentimentos que ficaram presos no passado. O final é surpreendente.

 

Assista os clássicos – Bonequinha de Luxo

Eu sou teimosa, extremamente teimosa, qualquer filme, série, novela, canal no youtube, qualquer coisa de mídia eu luto luto luto pra assistir e ai não resisto, eu vou verificar se é bom mesmo como tinham dito! E não foi diferente com o filme mais clássico e encantador das últimas décadas ”Bonequinha de Luxo”.. Aposto que você já viu não é?! (Eu já vi umas 10 vezes, mas a primeira foi em 2015, me julguem por ser atrasada). Resultado óbvio: AMEI, NÉ!!!! Mas cada coisa (inclusive nossas vontades e gostos) acontecem no seu tempo né! Incrível, incrível, incrível. Coloque na lista daqueles que você não se importa em ver o resto da vida.

Se você ainda não viu o filme conta a história de Holly Golightly, que se mudou para Nova Iorque e se tornou uma acompanhante de luxo que sonha em casar com um homem rico e tornar-se atriz. Fugiu de casa para esquecer o passado e finalmente realizar seu grande sonho de se tornar atriz. No decorrer da vida que leva em NY Holly conhece seu vizinho escritor Paul, a quem chama de Fred (que lembra seu irmão, a pessoa mais querida que conhecia) a qual tem uma amizade. Holly não passa é indiferente, por onde passa deixa seu charme!
E acho que a pegada do filme é que Holly está tão obsecada em se casar com um homem rico e se tornar atriz que esquece de viver a vida de um jeito um pouco mais leve e solto. A vida é isso não é?! A gente tem que deixar as oportunidades aparecerem, se a gente se fecha em uma gaiola e não deixa nada entrar, perdemos momentos simples mas incríveis. Então se você é teimoso que nem eu, larga mão e deixa a vida de pegar, viva leve! Vá aproveitar o por do sol, o sorvete, a gente não precisa de mansão nem carrão, pra ser feliz! Apenas viva, e deixe que ela faça a maravilha por você!

Beijinhos