Auto conhecimento – na prática

Eu vivo falando por aqui que para qualquer coisa que você queira (ou não queira) manifestada na sua vida, você precisa se conhecer. Quando você se conhece, você tem todo o poder na sua mão e consegue manipular para que ele trabalhe com você.
Mas se você for como eu, isso  é mais uma dessas coisas que você quer saber como fazer e não tem a minima ideia por onde começar, hoje é o dia de começar a resolver essa pendência…
Para que a gente consiga um norte você precisa ter muito claro que esse exercício de se conhecer começa com a observação, sem julgamento. Observar seus sentimentos, suas emoções, seus pensamentos, seu padrão de comportamento, suas crenças limitantes. Na sequencia entender como cada sentimento é gerado dentro de você e como que você reage a diferentes situações. Você precisa se observar, deixar que essas coisas sejam bem claras.

Quanto mais você se conhece menos surpresa você tem. As escolhas vão estar mais claras e os desafios mais ”fáceis”.

264966510e9c2e927abddfbe0b97a321foto

A segunda parte é a transformação. (mas falaremos sobre esse segundo passo mais a fundo em um outro momento).
Como qualquer coisa na vida, se conhecer é pratica e persistência, até porque todos os dias evoluímos um pouco e a cada dia somos pessoas diferentes. Quanto mais a gente vive, mais experiencia a gente tem, mais coisas diferentes a gente desenvolve e ai as situações vão aparecer e o pulo do gato é sempre se avaliar, para ver como está sua transformação nas áreas da sua vida.
A gente vive em um mundo automático. As pessoas perderam o interesse e a intimidade consigo. Por isso se conhecer serve para você ter mais intimidade e segurança de quem é você para você e para o mundo. Serve para desenvolver essa intimidade perdida (isso significa nos aceitar e trabalhar as coisas que são necessárias para nosso bem estar.)

Refletir, sempre! 

E então, na prática como funciona? Eu sou a louca das listas, por isso nada mais meu, que fazer você ficar a louca da lista junto comigo (assim não me sinto tão sozinha nesse mundo.)  A lista serve como guia, a minha dica é que sejam equilibradas. Tipo, se você teve 10 itens para lista 1, tenha 10 para lista 2 e assim vai. Porque da a sensação de equilíbrio. Ninguém é perfeito, mas não acredito que você mais do mal ou mais do bem. Somos apenas pessoas em evolução, querendo levar nossa vida da melhor forma.

1- Lista das suas qualidades

Quando comecei a fazer, fiquei semanas tentando pensar que parada é essa que eu tinha de bom e não sabia. Então pedi ajuda aos universitários. E as coisas começaram a ficar mais claras.
O objetivo dessa lista é simples: Tudo que você tem de bom, você potencializa. Faz com mais frequência e mais amor. Não precisa ter um numero certo de qualidades, mas quando você lembrar (ou alguém te elogiar) acrescente na lista.

2- Lista dos defeitos

Não foi uma lista fácil também, porque quando a gente fala de defeitos, precisamos segurar a nossa onda de julgar (quando a gente fala de qualidades, fala de coisa boa, então é mais fácil, né!) Seja muito aberto, muito perceptivo, não tente se enganar, perceba e aceite suas sombras.
O objetivo dessa lista é que você transforme cada um dos seus defeitos, ou seja, seja melhor nessas questões que você listou.

Pegue uma qualidade e um defeito por semana, ou pelo tempo que precisar para potencializar e transformar ambos. É assim que você evolui. 

3- Lista do que você gosta de fazer mais não faz.

O objetivo dessa lista é se questionar o porque você não está fazendo o que gosta, já que isso te trás felicidade.
E o que você tem que fazer para conseguir fazer mais dessas coisas.

4- Lista das coisas que você faz e não quer fazer.

Mesmo esquema dos defeitos, seja franco com você (é seu segredo!) Depois de listar e ficar de cabelos em pé chega a hora de eliminar esses defeitos, ou pelo menos deixa-los bem pequeninhos.
Se planeje (se precisar) para eliminar esses hábitos da sua vida.

5- Lista da reflexão.

Reserve um dia na semana, e por uma hora se avalie, faça uma retrospectiva e reflexão sobre sua semana, observe, melhore as atitudes que precisam ser melhoradas e comemore as coisas boas que você fez. Mudar faz parte da vida e para mim, a parte mais incrível é essa, ver nosso crescimento e aprendizado.

ps: Essa lista original da Roberta Zanatta que estou praticando, junto com a meditação e o resultado é maravilhoso, por isso tinha que compartilhar um pouco com vocês, porque funciona comigo (atualizo sempre.)
E você o que faz ai para estar em contato consigo mesmo? Ter intimidade com a gente mesmo é o melhor jeito de se amar, não acham? Compartilhem como vocês fazem nesse processo de se conhecer e se amar. Estou morrendo de curiosidade!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s