Guia básico para decorar – Geral.

Não gosto de como a autonomia das pessoas nos últimos tempos ficou depende da terceirização, é claro que por um lado é bom: novas oportunidades de emprego, mas ainda assim acho que precisamos ser donos no nosso nariz, principalmente na nossa casa e na nossa vida.
Por isso resolvi dar um empurrão para você dar conta da casa, isso é: um manual se vira nos 30 para ter a casa dos seus sonhos (ou chegar perto disso) de um jeito rápido.
Já dei aqui algumas dicas gerais de como a gente pode começar a ter noção do que vamos fazer.
Feito isso, o segundo passo é responder questionário, sei que pra você pode ser muito chato, mas tudo é mais bem resolvido quando rola diálogo e nesse caso o papo vai ser com você mesma.

10729292_356816201150323_998598974_n

foto: Anna Spiro – Designer de interiores

PLANEJE – ISSO VALE PARA TODA SUA CASA

1- Prioridades. É importante saber o que vem primeiro ou se vai reformar/ decorar a casa toda ao mesmo tempo. Aqui vai o meu pitaco:
Reforma: parte elétrica, iluminação, quebra de parede, essas coisas que vão exigir de você paciência e lidar com bagunça, coloca como prioridade afinal faz parte de um bom funcionamento de uma casa.
Decoração: Nunca vi na vida uma casa 100% decorada, as pessoas vão mudando, os gostos evoluem e mudam com elas. Tenha paciência.
Caso você precise desses serviços trabalhamos online a preço camarada.

2- Orçamento, você precisa saber quanto vai investir na sua casa. Tendo um orçamento total, você separa o que vai pra reforma e o que vai para decoração. Quais profissionais você vai precisar e quais atividades pode assumir a mão na massa. É importante ressaltar aqui que quebra de parede é importante chamar arquiteto porque envolve a estrutura, em prédios eles exigem o profissional para se responsabilizar pela obra.

3- Tempo. Fique atento aos prazos e  planeje entrada de serviços, assim você tem noção de quando vai terminar para se mudar ou ter sua casa limpa e funcionando normalmente. Lembre-se de folgar um pouco a agenda, imprevistos podem acontecer.

QUESTIONE-SE – AMBIENTE POR AMBIENTE

1- Para que você vai usar esse cômodo, quais as atividades você desenvolve nele. Caso você trabalhe em casa, é importante definir onde é esse espaço para assim conseguir planejar armários, estantes, etc.

2- Quanto tempo você “gasta” nesse cômodo.

3- você recebe visitas?

4- qual o fluxo de pessoas nesse ambiente?

5- qual seu estilo de vida? Você faz mais atividades em casa ou na rua?

6- qual o cômodo que você passa mais tempo?

7- conforto, o que precisa para se sentir confortável. Isso é importante na hora de escolher um imóvel, por exemplo, cômodos grandes, iluminação, além da decoração influenciam para que a gente se sinta bem no ambiente.

Se você quer guiar sua obra a palavra chave é: teste tudo! Fita crepe/adesiva e trena são suas aliadas indispensáveis nessa jornada. 

E ai, te ajudou? Caso você tenha passado por alguma reforma, tem alguma coisa que você considera o salva vidas e quer compartilhar com a gente? Deixa nos comentários. Beijinhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s